Contos Eróticos

Contos Eróticos: Priminha na Madrugada

Escrito por Calcinha Justa

Como costumam todas as ferias eu e meus primos e primas claro costumamos nos reunir em Julho na casa de uma tia no interior, mas como a idade ta chegando e o pessoal ta começando a trabalhar só fui eu da minha casa e duas primas e um primo, a prima com quem tudo aconteceu tem 1,72 de altura, cabelos loiros e olhos verdes alem e claro de seios entre médios e grandes e uma bunda bem redonda lizinha sem nem uma marca e mais ou menos do tamanho da Sheila e vou chama la de Caroline. Mas tudo começo quando dividimos quem iria dormir aonde, ficou eu e ela na casa da minha tia que e uma mansinha de 4 andares e a irmã dela e o outro primo na casa da vovó. O quarto da mina tia e no 2º andar e nos ficamos no mesmo quarto no 4º andar. Ela sempre me provocava porque sabia que eu babava por ela (quem não babaria) e tínhamos uma conversa muito aberta.

Quando foi no Sábado (nós chegamos na Terça ) meu tio e minha tia subiram para dormir e Carol foi tomar banho ficando eu assistindo tv sozinho no 1º andar. Mais ou menos meia hora depois desse ela só de camisola bem transparente ao ponto de eu perceber que ela estava com uma calcinha minúscula. La pelas 00:30 começo e cine prive e estamos nos dois ali sozinhos e o filme começo a ficar quente eu percebia inquietude dela e o tesão se florindo no seu corpo já exalando um cheiro de amor. Mas não passou disso, ate quando acabou o filme, desligamos a tv e subimos conversando sobre o filme.

Quando chegamos no quarto tirei a camisa e deitei na minha cama ainda excitado e ela deitou na cama do lado após apagar a luz. Após uns vinte minutos deitados ainda estava acordado e comecei a perceber um leve gemido, olhei para o lado e era ela se masturbando já com uns 3 dedos cravados na buceta.

Veja também  Conto Erótico: Gêmeas safadas

Eu novamente me excitei e fiquei de pau duro mas ainda fingia que dormia, se ela percebeu ou não eu não sei só sei que passados uns dois minutos ela de levantou e veio pro lado da minha cama antes tirando a calcinha. Chegou próximo ao meu peito e se sentou sobre ele com as pernas abertas e veio chegando de vagar pra frente até chagar com aquela coisa maravilhosa sobre minha boca ai não deu mais pra fingir que eu dormia e abocanhei a aquilo que eu jamais tinha desejado na vida, aquela buceta tão linda e cobiçada.

Nisso a gente já não se importava com mais nada e seguimos em frente, depois dela gozar na minha boca uma 3 vezes ela chegou pra traz até chegar em cima do meu pau e tirou pra fora e sem cerimonias levantou o quadril e sentou na minha pica que tem mais ou menos uns 19 cm e por ela ser virgem chegou na metade e tentou parar mas como tava muito molhada não deu e eu rasguei ela inteira, ela meio doída não ligou muito e começou a me cavalgar me fazendo gozar umas 2 vezes dentro dela. Ela se levantou e se deitou do meu lado, passados uns dez minutos eu pensei, e hoje que eu como aquela bunda dos meus sonhos ou não como mais.

Comecei então a alisar a bunda que logo ficou arrepiada, me levantei encaixando atrás dela como a boca já dentro da sua bunda chupando seu cuzinho lindo e muito gostoso.

Após babar bastante aquele cuzinho maravilhoso apontei a cabeça do pau na entrada dele, no 1º momento ela tentou resistir, mas logo depois rasguei novamente tirando assim os dois cabaços dela e fiquei ali bombando uns dez minutos até que lhe disse que ia gozar então ela num movimento brusco se virou e abocanhou meu pau num maravilhoso boquete até que eu explodi no maior gozo da minha vida. Após isso tudo ele bebeu toda minha porra e se deitou do meu lado, e sendo assim dormimos ali agarradinhos anoite toda.

Veja também  Conto Erótico: Minha estagiária favorita

DEIXE SEU COMENTÁRIO COM O FACEBOOK!