Mundo Feminino Outros

Ejaculação feminina: mito ou verdade? Confira!

Escrito por Calcinha Justa

A gente tem discutido muito sobre o assunto, e o que encontrei foram muitos argumentos misturados não só entre científico, mas partem para as rodas de amigos, as mesas de bar e chegam até as camas dos casais. Mas eaí, será mito ou verdade?

Ejaculação feminina existe?

O fato é que, em um orgasmo muito intenso, existe mesmo uma secreção, mas a questão é: seria este líquido realmente uma ejaculação feminina? A glândula de Skene, localizada no aparelho reprodutor da mulher, mantém armazenado cerca de 25ml de líquido mucoso, espesso, que parece com o sêmen, entretanto, sem nenhuma apresentação de gametas.
Por outro lado, há uma outra versão, de que a tal ejaculação seria nada mais nada menos do que uma incontinência urinária, uma vez que, em um orgasmo muito intenso, a mulher pode urinar ao mesmo tempo, sendo assim não acredite nos filmes pornô onde a mulher “ejacula” e solta aquele jatinho, na real aquilo é urina (mijo mesmo).

Segredo da ejaculação feminina estaria no líquido

Para saber se é realmente uma ejaculação que está sendo expelida, se você quer saber se sua parceira gozou mesmo, segundo essa teoria, seria preciso observar que o líquido expelido em jato pode ser diferenciado da urina, pois, no caso da ejaculação, ele não tem cheiro, nem cor (mas é salgadinho, assim diz a música). Por esse entendimento, seria impossível ter um orgasmo e fazer xixi ao mesmo tempo.

Nesse caso, uma mulher que nunca teve um orgasmo pode passar a ter, se investir em relações mais intensas e com estímulos adequados, aproveitando ao máximo as preliminares, usando de todas as formas seja ela um dildo ou qualquer outra coisa que faça a estimulação antes, durante e depois de toda sexagem.