Filmes e séries do Netflix que toda mulher deveria assistir

Role Pra Ler

Você, seu namorado, ou alguém da sua família deve ter Netflix em casa. E sabemos que não existem muitos filmes escondidos que passam despercebidos com tanta gente falando de muitas series e filmes que você acaba não assistindo, eles contam com personagens femininas intrigantes, cômicas, inspiradoras e mães!

Que tal passar seu fim de semana no sofá em companhia dessas mulheres interessantíssimas como você?

Confira filmes e séries do Netflix que toda mulher deveria assistir

Séries

Orange Is The New Black

Da mesma criadora de “Weeds”, conta a história de uma privilegiada garota que mora em Nova York e é sentenciada a cumprir 15 meses numa prisão feminina federal por tráfico de drogas. O delito ocorreu dez anos antes do início da série e, no decorrer desse período, Piper seguiu sua vida tranquila entre a classe média-alta de New York, ficando noiva de Larry Bloom (Jason Biggs). Quando presa, Piper reencontra Alex Vause (Laura Prepon), sua ex-namorada.

Grace and Frankie

A série gira em torno da elegante e aristocrática Grace (Jane Fonda) e a despachada e excêntrica Frankie (Lily Tomlin). Mesmo seus maridos (vividos por Martin Sheen e Sam Watersto) sendo sócios há décadas, elas nunca se tornaram amigas. Porém, quando seus respectivos decidem juntar os trapos, as agora ex-mulheres se veem obrigadas a se reinventar.

Mad Men

O seriado venceu três vezes o prêmio do Globo de Ouro, como a “Melhor Série” em 2008, 2009 e 2010. A narrativa acontece nos anos 1960 e aborda a rotina das agências de publicidade e a vida pessoal de personagens psicologicamente complicados. O curioso é ver o contraste entre o politicamente correto ou moralmente admirável naquela época em relação à atual.

Modern Family

O casal Mitchell e Cameron roubam a cena da série. Juntos, eles adotam uma bebê vietnamita chamada Lily e constroem uma bela família. Com suas personalidades opostas, e peculiaridades de uma família completamente moderna, eles se completam e vivem se metendo em situações divertidas.

Scandal

Olivia Pope (Kerry Washington) está por trás da boa imagem de vários políticos. Ex-consultora de comunicações da Casa Branca, ela resolve abrir uma empresa própria quando percebe que corrigir os erros com que lida em sua carreira é bem mais fácil do que fazer o mesmo com seus próprios deslizes.

Filmes

Os Excêntricos Tenenbaums

No (realmente excêntrico) filme de Wes Anderson, a misteriosa Margot (Gwyneth Paltrow) tem segredos que nunca revela. Em um determinado momento, ela conversa com a mãe, Etheline (Anjelica Houston), sobre a possibilidade de parar de fumar, entre outras coisas.

Pequena Miss Sunshine

Em uma das cenas dessa comédia maravilhosa, a personagem principal, Olive (Abigail Breslin) pergunta a uma de suas competidoras no concurso de beleza: “Você toma sorvete?”. O diálogo, além de mostrar o porquê de o filme passar no Teste de Bechdel, mostra também um pouco do caráter da personagem. Em meio ao (gigantesco) drama de seus familiares, ela passa tranquilona pela pré-adolescência.

Millenium (todos)

Quando se trata da protagonista Lisbeth Salander, não é preciso muita explicação para que fique claro o porquê desses filmes serem importantes. Ela é, afinal de contas, uma hacker cuja vida complexa requer reações complexas – que comprovam, a cada cena, o quanto ela é poderosa.

Kill Bill: Vol. 1

Uma conversa entre a Noiva (Uma Thurman) e Vernita Green (Vivica Fox) enquanto bebem café é essencial para a presença do filme nessa lista. Muito além desse momento, não há dúvida: Kill Bill está cheio de mulheres poderosas.

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

Apesar de quietinha, Amélie conversa bastante com suas colegas de trabalho, no Café des Deux Moulins – geralmente, tentando ajudar suas vidas.

O Mágico de Oz

Esse clássico da infância é também um dos maiores clássicos da história do cinema. Aqui, entre Dorothy (Judy Garland), Glinda, a Bruxa Boa do Sul (Billie Burke) e a Bruxa Malvada do Oeste (Margaret Hamilton), há obviamente vários diálogos que nada têm a ver com homens.

Se Meu Apartamento Falasse

No filme de 1960, a protagonista Fran (Shirley Maclaine) conversa em um momento com a vizinha, Sra. Dreyfus, sobre os benefícios de uma sopinha à saúde. Dirigido por Billy Wider, Se Meu Apartamento Falasse ganhou o Oscar de Melhor Filme em 1961.

Pular para a barra de ferramentas