Formas de fazer sexo selvagem que a mulher vai gostar.

Role Pra Ler

O prazer e a dor liberam endorfinas que é bem parecido com a morfina gerada pelo nosso corpo, se você conseguir juntar a dor com o prazer do sexo você poderá experimentar uma sensação ainda melhor instantaneamente.

o sexo selvagem pode deixar a relação ainda mais quente, por isso veja abaixo dicas para que você possa usar com sua parceira (o) sexual e lembrando sempre não use a violência demais.

Xingue mesmo e grite, nem todos somos gritadores sexualmente falando, mas pegar pesado e perder voz (quase) você vai se sentir mais livre e relaxado, e os gritos e gemidos torna as coisas um pouco mais selvagens.

Puxem o cabelo um do outro, sexo selvagem sem puxada de cabelo não vale, pegue um punhado do cabelo da sua parceira logo aquela parte acima do pescoço na parte de tras da cabeça e puxe (selvagem mais cuidadoso) você não vai deixar de segurar enquanto esta sexando (penetrando, fazendo sexo) a dor vai ser mais prazerosa do que dolorosa para você ou para ela quando puxarem o cabelo um do outro, e o sexo selvagem vai ficar mais intenso.

Os movimentos agressivos; esfreguem-se um no outro como se fosse a ultima sexagem do mundo, os movimentos para frente e para trás agressivamente falando, vai deixar os dois excitados, fique ligado você esta lidando com partes sensíveis do corpo então não se deixe levar pelo momento e cuidado para não ir muito forte e fundo caso contrario pode machucar sua parceira.

Aquele tapa ardido; da um tapa no rosto dela ou quando ela estiver de quatro da um tapa na bunda dela, a dor cortante vai atrair aquele extinto selvagem dentro da sua parceira para o sexo selvagem nela, aquele gemido puxando o ar entre os dentes, experimente.

Palmadas; as palmadas são as cartas chaves para o sexo selvagem, quando você pensa que em um sexo selvagem sempre imagina aquele tapa na bunda aqueles palavrões tudo mais, então você imagina 50% do sexo bata ate ficar um velho profundo.

Ja fez sexo selvagem e gostou compartilhe suas experiencias nos comentários, sugestões e duvidas fale comigo [email protected]

  • Quem publicou isso não entende aparentemente nada sobre sexo.

    Praticar sexo selvagem não é tratar a parceira como um animal a ser abatido por um viking, Independente de como o sexo será feito (salvo uma rapidinha), a paciência é o mais importante.

    Mais da metade do sexo é feito antes de tirar a roupa; Tudo aquilo que rola nas preliminares podem sim ser tratado como prato principal a ser degustado pedaço a pedaço.

    A agressão precisa ser trabalhada com a parceira, nem todas gostam de ser esbofeteadas no bumbum e menos ainda no rosto.

    Concordo com o fato de uma esfregação esquentar o clima, mas é importante saber como fazer isso.
    Para saber, conheça a sua parceira; ir com sede ao pote pode causar frustração e no fim você não conseguirá dar prazer.
    Há partes no corpo dela que podem trazer desconforto se forem tratadas com agressividade ou se forem esfregadas, e, como ninguém é igual a ninguém, pode ser um lugar tão simplório que você pode nem imaginar.
    Se for uma transa ocasional, estude-a com calma, mas se for algo frequente, não se acanhe em puxar o assunto e perguntar. Se tiver algo que a incomoda, ela vai te dizer.

    Puxar os cabelos sempre deu certo, mas sei de meninas que não gostam.

    Enfim, não existem formas de fazer sexo infalíveis, existe formas de fazer sexo diferentes para cada mulher ou homem.

Pular para a barra de ferramentas