Um estudo feito e publicado no site BMJ, mostrou que a gonorreia pode ser transmitida também pelo beijo na boca. Este estudo acaba com toda crença que diz que a doença era somente transmitida pela relação sexual, abrindo novas discursões de como e porque existe um número crescente no caso.

A pesquisa feita na Austrália afirma que a gonorreia orofaríngea, ou gonorreia oral pode ser transmitida por um beijo de língua. afetando homens homossexuais e bissexuais, o enfermeiro do departamento de urologia do Centro Médico da Universidade de Columbia, ressalta que o assunto deve continuar sendo investigado, mas, embora nunca tenha visto casos desse tipo, a possibilidade ja intriga a comunidade medica.

Resistência da doença ao longo dos anos

Os casos de gonorreia esta aumentado no mundo todo, por conta da resistência aos antibióticos, nos estados unidos, se for pra citar um exemplo, a doença cresceu cerca de 67% de 2013 a 2017. Isso fez com que o OMS elegesse resistência antimicrobiana como uma das maiores ameaças à saúde em 2019.

O que é a Gonorreia

A gonorreia é uma doença sexualmente transmissível, provocada por uma bactéria conhecida como Neisseria gonorrhoeae, que pode afetar homens ou mulheres que têm contato íntimo sem camisinha, causando infecções frequentes no pênis, vagina ou ânus.

Porque não falamos mais sobre DST’s

Um projeto de lei aprovado em 2017, faz que todo o mês de dezembro seja um mês dedicado às campanhas de prevenção as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e isso foi um grande passo para o combate a essas doenças.

Precisamos falar mais sobre DST’s e conscientizar os jovens que estão começando a vida na putaria e saliência além disso, os mais velhos a se preocuparem mais ainda e não levar pra frente a ideia de que se não aconteceu nada agora, não vai acontecer mais.

Os casos de DST’s só tem aumentando ao longo dos tempos por falta de proteção, basta usar uma camisinha, das mais diversas camisinhas que existem e se proteger ao máximo, lembre-se que, a camisinha não tem a função de não engravidar e sim de não transmitir doença e vem com esse bônus de não ter filhos, o que não é extremamente seguro na parte do ter filhos.

Você deve se manter atento, e tomar todo cuidado os dados da Secretaria de Saúde de São Paulo confirmam essa necessidade, já que os casos de transmissão de HIV entre os idosos aumentou 60,6% no estado de São Paulo entre 2007 e 2015. O Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde também apontam que entre 2006 e 2015 as taxas de infectados cresceram extraordinariamente entre os jovens: houve aumento de 187, 5% entre jovens de 15 a 19 anos; de 108% entre pessoas com 20 a 24 anos e de 21% entre aqueles com 25 a 29 anos.

Concluindo, procure um médico especializado e proteja-se sempre a todo momento, não há a necessidade de não usar preservativo para aquela sexagem casual, afinal nem todos sabemos 100% do outro parceiro para o qual estamos mantendo uma relação.