Gravidez na adolescência

Role Pra Ler

Já falei sobre esse assunto e somos ate um pouco radical com essa ideia pensamos que se você quiser realmente ter um filho o direito é todo seu partindo dos 16 anos em diante, mas dizer que foi um acidente ou algo do tipo isso é ser muito irresponsável, existe milhões de métodos contraceptivos que podem ser utilizado tais como a camisinha algo que pode ser encontrado de graça em qualquer posto de saúde. Mas como tudo mundo sabe a gravidez na adolescência é considerada uma gravidez de risco isso porque o corpo não esta preparado para gerar uma nova vida o que pode deixar tudo um tanto quanto abalado.

Efeito da gravidez na adolescência

As consequências de uma gravidez na adolescência podem ser:

Anemia;

Baixo peso do bebê ao nascer;

Pressão alta durante a gravidez;

Sistema emocional descontrolado;

Dificuldade no trabalho de parto normal sendo necessário realizar uma cesárea.

Além disso, tudo listado acima vem o fator financeiro de se criar uma criança, o que logicamente um jovem adolescente não tem o que faz gerar um grande conflito dentro do adolescente, neste momento todo apoio familiar é bem vindo por mais que o erro já tenha sido cometido e repetido muita e muitas vezes em alguns casos é possível deixar a criança para adoção.

Como evitar a gravidez na adolescência (SIM É POSSÍVEL)

Como disse lá no começo do artigo, todo modo é possível de ser utilizada basta uma pesquisa rápida na internet para achar um mundaréu de informações sobre sexo e muitas outras coisas isso caso você não fale sobre sexualidade com sua família, filhos etc. Lembrando que só se engravida se o sêmen chegar ao útero da mulher durante o seu período fértil, que ocorre geralmente 14 dias antes da menstruação descer.

Para evitar a gravidez na adolescência você deve usar de algum método contraceptivo, tais como:

Camisinha: Usar sempre uma nova para cada ejaculação;

    Espermicida: Deve ser pulverizado na vagina antes do contato íntimo e deve ser sempre utilizado em conjunto com a camisinha;

    Pílula anticoncepcional: Só deve ser utilizada sob orientação do ginecologista, pois quando é tomado de forma errada não evita a gravidez;

    Diafragma: Também só deve ser utilizada sob orientação médica.

Lembre-se que o coito interrompido não é e nunca via ser um método seguro para prevenir a gravidez, isso nunca funciona, a pílula do dia seguinte deve ser usada de forma correta e em situações de emergência, pois seu efeito é bastante forte e poderá desregular completamente os hormônios femininos e pode não ser eficaz se for tomada após 72 horas da relação.

Pular para a barra de ferramentas