Halls preto da candidíase

Uma técnica antiga e utilizada pelos jovens a muito tempo, barata e muito interessante.
Esta pratica consiste em usar a pastilha do halls preta para fazer sexo oral com um efeito refrescante de menta na boca.

Mas como funciona?

Se você já chupou um halls preto, certamente percebeu que a boca fica extremamente refrescante. Assim, essa refrescância é transmitida para os órgãos genitais.
Dessa forma, o resultado esperando funciona tanto para vagina quanto para o pênis, é necessário assoprar entre chupadas e lambidas para obter a sensação de recrescência.
Outras pessoas usam para disfarça o gosto da lubrificação natural que sai do corpo, tanto no homem quanto na mulher, o que é um erro completamente idiota, não querer sentir o gosto do que está prestes a comer.
Lembre-se que não é somente o halls preto que vai causar problemas, qualquer substancia doce em contato pode ocasionar algum tipo de anomalia.
Contudo, por prazer ou sem prazer, é um erro fazer tal ato, isso porque você pode ser dar muito mal por conta desse método barato, eis aqui o verdadeiro sentido do barato sai caro.
Primeiro: você não deve chupar com halls preto na boca, pelo motivo do fato que onde você vai trabalhar oralmente é uma vagina.
Um órgão completamente sensível o pênis também, e você certamente pode queimar ou ferir pelo fato do mentol do halls preto ser muito forte para ambas as regiões.
Segundo: pode arder demais e acabar com toda sexagem antes dela mesmo começar e ninguém vai querer que isso aconteça
Terceiro: qualquer produto adocicado não deve por nenhum motivo logico ser colocado dentro da vagina, NUNCA.
Os safados dos microrganismos que levam a uma infecção adoram doces.
Assim, deve-se saber que a vagina contem esses microrganismos, ou seja, após a refrescada (o que você não deve fazer nunca jamais de forma alguma) lave.
Porque você pode contrair uma candidíase, uma infecção vaginal, uma ulcero, um câncer ou até mesmo seborreia.