Saiba o que é o squirt e quais estímulos sexuais podem ajudar a experimentar esse clímax

Diferente do que muitas pessoas pensam o orgasmo feminino existe sim e são tantas nuances sobre o tema, que estudos indicam inclusive que existe o super orgasmo feminino, chamado de squirt.

Apesar de alguns acreditarem que essa ocorrência só acontece em filmes pornôs a verdade é que muitas mulheres podem vivenciar esse clímax sexual. Portanto, saiba melhor o que é o squirt e quais são as verdades e mitos em torno do tema.

O que é o squirt?

O termo squirting, em inglês, pode ser traduzido como esguichar, sendo usado para quando a mulher solta uma grande quantidade de líquidos e fluídos da vagina ao alcançar o orgasmo. Destaca-se, entretanto, que o squirt não é o orgasmo feminino, pois não necessariamente eles vão acontecer juntos.

O gozo feminino liberado durante o squirt é produzido pela glândula sneke que fica muito próxima da vagina e também da uretra. O fluído liberado não deve ser confundido com a lubrificação feminina natural e ele não possui cor e nem cheiro.

O estímulo necessário para que aconteça o squirt, liberado pela uretra, pode ser a partir do clitóris ou da penetração. Devido estar mais próximo da glândula sneke, o orgasmo alcançado por meio da estimulação clitoriana tem maiores chances de resultar no esguicho.

Devido uma série de fatores, incluindo os paradigmas relacionados à sexualidade feminina, o squirt é envolto em uma série de dúvidas e mistérios, sendo que muitas pessoas não acreditam que ele seja possível.

A questão é um pouco mais complexa por envolver prazeres mais subjetivos, pois relatos de mulheres que alcançam o squirt demonstram que essa experiência pode ser gerada de diferentes formas, de acordo com os estímulos sexuais que mais satisfazem cada mulher especificamente.

Quais as verdades e mitos sobre o squirt?

Devido o pouco conhecimento popular sobre o tema e mesmo as contradições existentes a partir de pesquisas científicas que investigaram o tema, o squirt tornou-se um tabu para muitas pessoas. Dessa forma, compreender quais são os mitos e verdades em torno do tema é fundamental.

Todas as mulheres podem ter?

Inicialmente é preciso saber que nem todas as mulheres podem alcançar o squirt e isso pode ser motivado por diferentes fatores, inclusive devido questões hormonais.

Em 1994, uma pesquisa realizada sobre o tema indicou que apenas 6% já tinham vivenciado a experiência, entretanto, aproximadamente 60% relataram que já tinham tido ejaculação vaginal.

Outro fator que dificulta a compreensão sobre o tema refere-se ao fato que muitas mulheres podem ter vivido a experiência sem saber, pois o squirt não necessariamente será um esguicho contínuo, podendo ser caracterizado apenas pela liberação de muitos fluídos durante o ato sexual ou masturbação.

É ou não xixi?

Uma dúvida recorrente é se o squirt é ou não xixi e os estudos científicos realmente não são unânimes nesse sentido. Uma pesquisa publicada no “Journal of Sexual Medicine” revelou que o líquido expelido durante o squirting é composto, majoritariamente, pelas mesmas substâncias que a urina.

No entanto, outras pesquisam indicam que o fluído, que é líquido e transparente e não tem cheiro, é completamente diferente tanto da urina quanto da lubrificação feminina. O que acontece é que ele é produzido por uma glândula próxima, o que justifica componentes semelhantes.

Também pode sim, acontecer de durante o ato sexual a mulher tenha algum nível de incontinência urinária, no entanto, essa condição não é normal, consistindo em uma exceção.

É a mesma coisa que ejaculação feminina?

Uma dúvida frequente é se squirt é a mesma coisa que ejaculação feminina e, após muitos embates científicos, ficou comprovado que não. Portanto, pode acontecer de ter um sem o outro ou dos dois acontecerem ao mesmo tempo.

Um fator de diferenciação que pode ser usado para identificar se é squirt ou ejaculação consiste nas características do fluído. O primeiro é mais líquido e é liberado pela uretra, enquanto a ejaculação tem uma consistência mais viscosa e passa pelo canal vaginal.

Sempre acompanha o orgasmo?

Há ainda questionamentos se o squirt sempre vai acontecer acompanhado do orgasmo e essa lenda não é verídica e trata-se de um mito relacionado ao tema uma vez que podem acontecer em momentos diferentes do ato sexual.

Assim como acontece com os homens, o líquido pode sair antes, durante ou após o ápice do prazer durante o ato sexual.

Ocorre apenas quando ponto G é estimulado?

É muito comum falar que o squirt só vai acontecer se o ponto G estiver sendo estimulado, mas isso não é verdade, sendo que existem outras práticas sexuais que também podem desencadear esse maior prazer.

O ponto G localiza-se a região frontal da vagina e é mais rugoso e esponjoso que o restante da vagina, tendo menos terminações nervosas que outras áreas. Ainda que essa área proporcione muito prazer para muitas mulheres consistindo em uma forma de alcançar o orgasmo, ela não é a única.

O squirt também pode ser causado por meio de estimulação do clitóris, que possui mais terminações nervosas que o ponto G. Ele também pode acontecer com a penetração, sendo facilitado quando há pressão tanto clitorovaginal quanto da bexiga.

Dá para controlar quando ter um squirt?

O squirt é um ato involuntário, de forma que não dá para controlá-lo, nem forçar para que ele ocorra e nem evitar. Para quem deseja ter essa experiência, o estímulo da vagina, clitóris e bexiga simultaneamente, assim como o conhecimento sobre o corpo e o relaxamento podem contribuir.

Mesmo assim, não será viável garantir que vai conseguir atingir um squirt, o que também impede que seja possível preparar-se para isso.

O squirt é um fenômeno natural do corpo feminino e pode acontecer em situações de grande prazer e relaxamento, portanto conheça seu corpo e saiba todos os potenciais que o orgasmo feminino pode proporcionar.

Muitos homens e mulheres interessados em conhecer melhor o próprio corpo e os potenciais sexuais buscam dicas e conselhos de pessoas com experiência na área, como acompanhantes ou sexólogos.

 

Fontes:
https://www.buzzfeed.com/karlaagis/10-coisas-que-voce-achou-que-sabia-sobre-squirting-e-que?utm_term=.bi36xE4x7#.qvM37QX74
https://180graus.com/blog-sexo-prazer/confira-5-mitos-e-verdades-sobre-o-squirt-a-misteriosa-ejaculacao-feminina
https://lifestyle.sapo.pt/amor-e-sexo/sexo/artigos/sabe-o-que-e-o-squirt
https://sexosemduvida.com/squirt-tire-suas-duvidas/