Verdades que ninguem conta sobre os relacionamentos longos

Role Pra Ler

Você pode achar que está com uma pessoa ou é porque ela fez algum trabalho, magia para que o relacionamento fosse tão longo assim, ou porque tudo é igual aos contos de fadas, histórias dos livros e filmes que nos acompanham até hoje, mas nem sempre é esse mar de rosas, algumas coisas se tornam chatas com o tempo, mas mesmo assim são aceitáveis de uma forma interessante e amigável.

Sedução deixa de ser “indispensável”; calma, digo a sedução antes do momento sexuoso, quando a mulher se preocupa em comprar aquele conjunto de lingerie, com modelos e cores diferente para esquentar o clima, e se o casal não tiver um equilíbrio sobre todo o relacionamento, depois de alguns anos esse lingerie vai ser trocada por uma calcinha de algodão qualquer ou até mesmo uma calcinha que parece uma cueca box.

Você vai começar a não achar a pessoa linda o tempo inteiro; é claro que a pessoa com quem você está vai ser linda aos seus olhos, mas aquele sentimento besta de que os olhos brilham, vai se desgastando, acho que com o tempo a beleza se esvai e o que fica é o conteúdo.

Puns de propósito e ainda achar que é engraçado; isso é algo que a intimidade permite, só que tem um limite para a intimidade, você pode soltar um pum só por soltar para mim é normal, mas existem momentos, e não pode fazer só de sacanagem.

Preguiça de fazer sexo é uma realidade, calma, o tesão não acabou, mas aquela vontade de sexar loucamente no começo do relacionamento, mas trazer alguma novidade para a cama pode mudar tudo, ou deixar para o outro dia quando o fogo estiver maior.

Rotina é uma outra realidade fixada no corpo do relacionamento longo; são dois tipos de rotina num relacionamento longo, a rotina boa e a rotina ruim, a boa é saber que você tem um cotidiano com a sua pessoa e que numa sexta à noite você vão sair para comer a comida preferida, o lado ruim é que toda sexta é o mesmo programa não tem nada novo para acontecer ou para transformar uma noite de sexta A noite de sexta, então a novidade traz mudanças e longevidade ao relacionamento.

A necessidade absoluta de estar o tempo todo juntos e menor que antes; você pode achar que não, ou esse ponto é valido para os casais que não moram junto, mas, sabendo da distância vai ser breve o sofrimento é menos forte.

Brigas por coisas idiotas; qualquer coisa é um motivo para a briga ou discussão, mas ao pensar que isso pode ser ruim não é, a convivência com outro ser pode ser ruim, mas tudo isso pode ser compensado depois mais tarde a sós no quarto ou vendo um filme comendo um sorvete.

Pular para a barra de ferramentas