As principais zonas erógenas da mulher

Partir direto para o oralzão achando que vai estimular a mulher e deixar a sexagem naquele pique você esta errado, carinhos nos seios, bumbum, e a virilha e capaz de deixar qualquer mulher animada, então comece as atividades preliminares horas antes para que tudo ocorra bem. Confira abaixo quais são as zonas erógenas da mulher e saiba como aproveitá-las.

Orelha

Há duas formas de você “ativar” esta parte, que é uma das principais zonas erógenas da mulher, preste atenção você que achava que era só ir direto aos peitos e pepeca. Primeiro, tudo que precisa fazer será através da voz, falando alguma safadeza bem pertinho do ouvido, com uma voz sexy, ou ate uma palhaçada que seja engraçado o suficiente pra da aquele arrepio. Em seguida, você pode dar leves mordidas no lóbulo dela e algumas lambidas também. Aproveite para descer pelo pescoço (com uma atenção especial para a nuca), dando beijos e leves chupões, para ‘ativar’ o resto do corpo.

Boca

Os beijos são uma ótima arma para seduzir, pois, ao contrário dos homens, as mulheres precisam de mais carícias para sentir tesão, e quando digo, mais caricias é maaaaaais caricias, demoradas e cuidadosas. Então, por que não explorar mais a língua? Tente inovar sugando de leve a língua dela ou dando mordidinhas nos lábios.

Seios

Agora sim chegamos neles, eles são uma maravilha de ficar se olhando e admirando por horas, e também uma das principais zonas erógenas da mulher, mas será que você realmente sabe como estimulá-lo? Essa parte também é muito sensível, então é preciso um pouco de cuidado. Se ligue na dica, a ponta da aréola é a parte mais importante. Massageie-a devagar e dê chupões de leve, é de leve em misera. Nada de mordidas para não machucar e acabar tendo o efeito contrário que você estava imaginando, aquele feito de que ela não vai querer mais nada porque você é um cavalo.

Barriga

Antes de “ir direto ao ponto”, perca um tempinho na região do ventre da mulher. Você pode começar com beijos na costela, passando pelo umbigo e descendo até a virilha. Também é possível toques com as mãos, massageando o local. De uma forma mais sutil, isso pode até ser feito em público, causando um friozinho na barriga.

Bumbum

Parece óbvio, mas muitos homens esquecem que essa é uma das principais zonas erógenas da mulher. Uma dica é colocar a sua parceira deitada de barriga para baixo e massagear as dobrinhas do bumbum. A partir deste ponto, você também pode começar uma estimulação anal, utilizando as mãos ou até mesmo a língua veja como e o que é o anilingus .

Coxas/Virilha

Nesse ponto, as carícias podem começar pelo joelho, com a mulher sentada. Outro ponto que pode ser explorado é a parte de trás do joelho e a parte interna das coxas. Beijos e massagem prometem elevar a temperatura, mas um toque de leve com os dedos, quando estiverem em ambientes públicos, também será suficiente para deixá-la louca de vontade, alem de chupões na virilha .

Costas

Hora de testa aquela massagem que você viu em algum artigo nosso, ou perdido pela net, então você pode começar pela nuca e descer até a lombar. Vale tudo, desde massagens até beijos e lambidas. O local é uma ótima opção para começar as preliminares. Aproveite para abraçá-la por trás e também aproveitar a outra zona erógena mencionada anteriormente, a barriga.

Mãos

Comece acariciando os dedos da sua parceira e a palma da mão dela. Para esquentar ainda mais o clima, experimente lamber e sugar a ponta dos dedos da garota. Você também pode dar mordidinhas de leve no pulso e assoprar em seguida.

Pés

Uma das zonas erógenas da mulher menos conhecidas e mais amada pelos podólatras. A correta estimulação dos pés é capaz de excitar qualquer mulher, já que a pele nessa parte do corpo é muito sensível. Vale tudo, desde massagens até lambidas e beijos nas pontas dos dedos.

Calcinha Justa

Escritor, blogueiro, e futuramente youtuber. Desde 2001 na internet a procura do conteúdo perfeito, envie dicas de assuntos e dicas via Instagram, Facebook ou Twitter e saia da rotina em seu relacionamento.